quinta-feira, agosto 18, 2022
spot_img
InícioNotíciasEm Petrópolis-RJ filha procurada pela mãe com enxada é encontrada morta

Em Petrópolis-RJ filha procurada pela mãe com enxada é encontrada morta

Duda, de 17 anos, é uma das dezenas de vítimas que estavam no Morro da Oficina. Madrinha dela e a neta, de 1 ano, também foram achadas mortas, todas juntas no sofá.

A mãe que procurou a filha com uma enxada nos escombros de um deslizamento em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, não conseguiu liberar o corpo da adolescente até o início da noite desta quarta-feira (16/2). Gisélia de Oliveira Carminati foi orientada a procurar o IML de Petrópolis nesta quinta-feira (17/2) para concluir o trabalho de identificação e liberação da jovem. 

Após receber informações divergentes no IML sobre a identificação da vítima, a família da menina deixou o IML sem conseguir liberar o corpo.

A mãe saiu ainda de madrugada, de Juiz de Fora, a cerca de 120 quilômetros de Petrópolis, para buscar pela filha. Usou as mãos e outros objetos para tentar escavar. Chegou a perder a unha de tanto tentar cavar.

Maria Eduarda, a Duda, de 17 anos, é uma das vítimas da tragédia em Petrópolis | Foto: Reprodução

Gizelia contou que Duda foi encontrada no sofá abraçada à madrinha, Tânia, e à neta dela, a bebezinha Helena, de 1 ano. Gisélia também criticou a demora do Corpo de Bombeiros para o resgate da filha.

Mais cedo, Gizelia cobrava ajuda para tentar achar os parentes. “Tem que mexer, mas ninguém tá mexendo. É uma bebê de 1 ano sem respirar debaixo dessa lama. Você consegue?”, questionou.

Gizelia postou em redes sociais a mensagem sobre a morte da filha Duda | Foto: Reprodução/Instagram

Duda era uma das dezenas de soterradas no Morro da Oficina, um dos locais mais devastados pela chuva em Petrópolis. Em seis horas, choveu o previsto para todo o mês de fevereiro. Segundo os moradores, uma estamparia e um bar estavam em pleno funcionamento no começo do temporal.

As buscas na região chegaram a ser interrompidas por conta do risco de um deslizamento de pedras, mas logo foram retomadas.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments