sexta-feira, agosto 19, 2022
spot_img
InícioNotíciasCaminhoneira "Musa das estradas" mostra rosto reconstruído após acidente

Caminhoneira “Musa das estradas” mostra rosto reconstruído após acidente

Aline relembra do acidente: 'Não senti nada de dor na hora'

Aline passou por três procedimentos cirúrgicos após o grave acidente sofrido em janeiro. Natural de Tubarão, a caminhoneira foi resgatada com diversas fraturas

Após quase 40 dias do acidente que sofreu no Mato Grosso, a caminhoneira Aline Füchter, conhecida como “Musa das Estradas”, relatou a sensação vivida por ela quando o caminhão que dirigia foi atingido por uma peça de outro veículo e teve a cabine destruída. As informações são do Gazeta Web.

“Eu não senti nada de dor, e eu estava acordada, falando. Eu acho que o corpo adormece na hora”, escreveu em suas redes sociais, onde acumula mais de 1,5 milhão de seguidores.

O relato foi feito no domingo (20) à noite, durante a recuperação da terceira cirurgia, feita na face. “Por isso que dizem que quando morrem não sentem nada, tipo em uma queda de avião, algo grande. E é verdade”, continuou.

Na mesma data, a caminhoneira mostrou seu rosto reconstruído, e disse estar feliz por já ter recuperado a sensibilidade nos lábios e céu da boca. “Eu sinto tudo ajeitadinho. Fiquei muito feliz, estou muito boa, me sentindo muito bem”, disse.

A caminhoneira se recupera em Blumenau, no Vale do Itajaí.

“Estou em um lugar especial onde as pessoas se recuperam. Vou ficar aqui uma semana, para depois poder ir embora”, divulgou logo após relembrar o acidente.

Na sequência, a catarinense também respondeu a um seguidor, que questionou sobre o uso do cinto. “Usem cinto. Se eu estivesse sem, estaria morta”, escreveu.

O acidente que deixou a caminhoneira gravemente ferida ocorreu no Mato Grosso, e envolveu outro caminhão na BR-174, entre Pontes Lacerda e Porto Esperidião. A colisão ocorreu em 13 de janeiro.

Aline ao lado do caminhão que acabou envolvido em acidente | Foto: Reprodução/Redes sociais

Aline ficou presa nas ferragens e foi socorrida por outros motoristas que passavam pelo local. Depois, foi encaminhada ao hospital, de onde teve alta em 25 de janeiro.

Caminhão de Aline Füchter, após acidente no Mato Grosso | Foto: Reprodução/Redes sociais

A caminhoneira mora em Tubarão, no Sul catarinense, e conseguiu voltar para casa em 31 de janeiro. No dia 1º de fevereiro ela publicou um vídeo mostrando o rosto pela primeira vez depois da colisão.

Recuperação

Em um vídeo publicado nas redes sociais no domingo (13/2), Aline mostrou como está a recuperação das lesões. Ainda há marcas do acidente no braço, mão e perna dela. “Esse arranhado aí estava roxo, agora que está ficando normal. Emagreci um monte esses dias. Lá no hospital, eu quase não comia nada. E agora eu acho que eu vou emagrecer mais porque vou operar a boca”, disse no vídeo.

Ela mostrou também a perna, que tem ferimentos aparentes, e a mão, que está enfaixada. Aline disse que fará fisioterapia para voltar a mexer a mão normalmente.

“Esses dedos estavam todos enrugados, parecia uma pessoa que tinha morrido”, disse Aline. Foto: Reprodução/ Redes sociais

Sobre o caminhão envolvido no acidente, Aline publicou na segunda (14/2) que o veículo foi recolhido pelo seguro.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments