terça-feira, agosto 16, 2022
spot_img
InícioSegurançaCrescem notificações de golpes conhecidos como “boa noite, Cinderela”

Crescem notificações de golpes conhecidos como “boa noite, Cinderela”

Número de casos subiu em todo o Brasil com a liberação das festas após o lockdown

A retomada de grandes festas em todo o Brasil após o período de lockdown revelou o aumento de notificações de casos de golpes conhecidos como “boa noite, Cinderela”. Em consequência disso, cresceu também o número de atendimentos a mulheres vítimas de estupro que relatam, após a violência, terem sofrido apagão de memória durante o crime. O grande perigo envolve a mistura dessas drogas, que costumam ser adicionadas à bebida alcoólica da pessoa sem que ela perceba.

A constatação foi feita pelo Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), o Hospital da Mulher da Unicamp, em Campinas (SP), e deu origem a uma parceria com o Centro de Informação e Assistência Toxicológica (Ciatox) para que os casos sejam investigados e um mapeamento inédito de dados seja feito no Brasil.

Caso recente ocorreu no final do ano passado com a influenciadora digital Franciane Andrade, de 23 anos, que denunciou ter sido vítima de estupro durante o rodeio de Jaguariúna, no interior de São Paulo, após ter seu copo “batizado”. O exame toxicológico deu positivo para benzodiazepínicos, conhecido como “boa noite, Cinderela”.

Para evitar ser vítima deste tipo de crime, é preciso tomar alguns cuidados, orienta o policial militar Fábio Almeida. “É preciso ter muita cautela, principalmente as mulheres, que costumam ser vítimas mais fáceis. Não aceite bebidas de estranhos, não descuide de seu copo e dê preferência para copos com tampa, que dificultam o sucesso do criminoso”, disse.

O sócio da Glück, marca americana que comercializa copos térmicos muitos comuns em grandes festas, afirma que os copos com tampa vêm sendo muito procurados para garantir a segurança das mulheres. “Tenho uma filha de 19 anos que, no ano passado, fez um alerta da importância da tampa para evitar esses golpes. Diante desse pedido, trouxemos uma grande remessa para o Brasil e passamos a fazer uma campanha nas redes sociais orientando o uso de copos com tampa. Espero que dessa forma a gente possa contribuir para evitar casos tão sérios que temos visto ocorrer em todo o Brasil”, afirmou.

A modelo Lohayne Santos conseguiu se proteger do golpe utilizando um copo com tampa. “Eu estava em uma balada, um homem se aproximou, começou a conversar e saiu. Quando fui dar um gole na minha bebida, vi que tinha um pedaço de comprimido amarelo bem em cima da tampa. Me assustei, avisei o segurança, mas não conseguiram identificar o homem que tentou me drogar. Ainda bem que eu estava usando esse copo, senão seria vítima na certa”, contou.

Orientações e recomendações

A forma mais eficaz de se evitar todo tipo de golpe na balada é ter atenção, a todo momento. Caso você seja vítima, ou presencie, este tipo de crime, procure, primeiramente, atendimento médico. Depois, com a cópia do prontuário, faça um Boletim de Ocorrência solicitando um exame toxicológico para saber a substância a que foi submetida. E caso tenha conhecimento de alguma vítima, busque ligar imediatamente para o 190, e em casos de denúncia anônima, para 181.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments