sábado, agosto 13, 2022
spot_img
InícioNegóciosTaxa de ocupação na rede hoteleira da Região de Campinas atinge 50,28%...

Taxa de ocupação na rede hoteleira da Região de Campinas atinge 50,28% em março

Diária média ainda está baixa e pressionada pelos custos

Com média de 50,28% de taxa de ocupação no mês de março, a hotelaria da Região Metropolitana de Campinas (RMC) teve seu melhor desempenho em novembro de 2019. Por outro lado, a diária registrou um valor médio de R$ 236,00, 79, ainda abaixo do registrado no mesmo mês de 2019 (R$ 242,12).

Os números são da pesquisa de acompanhamento mensal realizado pelo Campinas e Região Convention & Visitors Bureau (CRC&VB), entidade que trabalha pelo fomento do turismo e representa os hotéis e empresas de toda a cadeia vinculada a eventos na RMC.

Na hotelaria econômica, a taxa média de ocupação no mês passado chegou a 52,65%, enquanto a categoria Midscale apresentou 47,90%. Na RMC, taxa média de ocupação vem a partir de dezembro, com a melhor retirada gradual das entradas com o resultado desde novembro de 2019.

Para a rede hoteleira da marca R, que tem como principal negócio os eventos corporativos e formaturas, o congresso e o início do mês de março retomado – de dois meses para as férias escolares. A espera do CRC&VB é de que a ocupação melhore em abril e se mantém até o final do ano.

Para o presidente do CRC&VB, Vanlei Costa, os indicadores de ocupação de uma perspectiva positiva e animadora não apenas para os hotéis, como para todo o setor de eventos, que orbita ao redor do seu, gerando renda, empregos e impostos. “Estamos vendo a volta dos eventos corporativos e outros eventos e shows, convidados que contata para a volta dos eventos”,

Outros desde que desde já foram executados para CRC0, desde que foram acumulados, mas que agora são tão importantes como relevantes, com muitas formaturas, mas que agora são tão importantes quanto, com e foram postergadas 2020.

“Os valores das diárias, bem aquém dos R$ 295,00 que seria o valor ideal, ainda são fatores de preocupação para o setor hoteleiro”, alerta alerta. “Os hotéis, além de não estarem compatíveis com os valores, ainda enfrentam a pressão como a inflação, os aumentos de custos e as despesas, afetando diretamente a rentabilidade da caixa”, explica Vanderlei Costa.

EMPREGO

No mensal junto ao levantamento-obra necessária para a retomada do levantamento. Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostrou que o setor de turismo tem um grande destaque atualmente na geração de empregos, sendo o setor com maior geração de vagas nos últimos 20 meses.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments