terça-feira, agosto 16, 2022
spot_img
InícioSaúde e FitnessAnsiedade compromete a qualidade do sono?

Ansiedade compromete a qualidade do sono?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 9,3% da população brasileira é diagnosticada com transtornos de ansiedade

POR CARTÃO DE VISITA NEWS 

No primeiro ano de pandemia, a prevalência global de ansiedade e depressão aumentou em 25%, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e isso impactou diretamente como as pessoas enxergam e cuidam da saúde. Mas ainda se fala muito mais sobre alimentação e exercícios físicos, que representam 40,6% e 34,4% do mercado wellness respectivamente, do que saúde mental e assuntos relacionados ao sono, que compõe a terceira fatia (24,9%) do bem-estar. De acordo com a pesquisa Acorda, Brasil!, realizada no final de 2020 com 2 mil pessoas nas cinco regiões geográficas do país, 57% dos respondentes estavam dormindo menos ou pior depois da pandemia.

Segundo a especialista em sono, Roberta Martins, Gerente de Conteúdo do Persono, unidade de negócios do grupo Coteminas, a resposta para a pergunta se a ansiedade compromete a qualidade do sono, é sim! Quem sofre com esta doença, não apenas tem mais dificuldade em pegar no sono, como também atingir estágios mais profundos nele. “A insônia é um dos sintomas mais comuns de quadros de ansiedade. Pessoas ansiosas tendem a ter mais problemas relacionados ao sono, e o descanso de baixa qualidade também pode levar ao agravamento de sintomas de ansiedade no dia seguinte, ou seja, é um ciclo. A longo prazo, uma noite mal dormida pode ser igualmente prejudicial para a saúde como má alimentação e falta de exercícios físicos”, esclarece Martins.

Mas o que é possível fazer para dormir melhor e, por consequência, cuidar da sua saúde mental?

A especialista em sono explica que mudar pequenos hábitos no dia a dia pode transformar o seu sono. Veja abaixo algumas dicas.

Crie a sua Higiene do Sono, que nada mais é do que elaborar rotinas e técnicas a serem aplicadas antes de dormir visando alcançar um sono mais saudável. A higiene do sono pode contemplar, por exemplo, a leitura de um livro a meia-luz, tomar um chá, ligar um aromatizador calmante e/ou fazer o skincare. Essa rotina vai “ensinar” o cérebro quando é hora de dormir.

Pratique exercícios físicos, eles são fundamentais para dormir bem. Apenas evite exercícios de maior intensidade como cardio e musculação perto da hora de ir para a cama. Isso aquece o corpo e atrapalha o início do sono.

Alimente-se leve à noite, pois alimentos muito condimentados ou gordurosos provocam uma digestão mais lenta e podem fazer você dormir mal. Evite também comidas açucaradas e com cafeína no período noturno, elas são fontes de energia e não deixam o corpo desligar.

Relaxe! O estresse atrapalha o sono. Técnicas de meditação, de relaxamento e respiração antes de dormir são um caminho que merece ser testado.

Procure ajuda. Não desista caso os tópicos anteriores não resolvam o seu problema do sono. Converse com o seu médico de confiança sobre o assunto ou procure um médico do sono.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments