terça-feira, agosto 16, 2022
spot_img
InícioSaúde e FitnessPor que temos mais sono no inverno?

Por que temos mais sono no inverno?

De acordo com uma pesquisa recente, 71% dos brasileiros acreditam que dormem mais nesta estação do ano

Entre junho e setembro, o hemisfério sul entra na sua estação mais fria: o inverno. As temperaturas caem, as noites chegam mais cedo, e de acordo com uma pesquisa do Opinion Box, realizada em maio com mais de 2 mil brasileiros, 71% sentem que dormem mais. O motivo, segundo o especialista em sono Josué Alencar, idealizador e criador do Persono, está associado a alguns fatores, mas o principal é porque durante o inverno os dias são mais curtos, com o sol nascendo mais tarde e se pondo mais cedo. ”Não é necessariamente que dormimos mais, mas sim que a sonolência chega antes. Isso é mais uma questão de luminosidade do que de temperatura. Somos menos expostos à luz solar, essencial na regulação dos nossos ciclos de sono e vigília e na produção da melatonina , e isso faz com que o sono apareça mais cedo”, explica.

Ele ainda complementa que “quando vai escurecendo e coincidindo com a liberação de melatonina, o corpo começa a perder temperatura em preparação para o sono. Essa perda de calor ajuda na transição da vigília e a manter o estado dormindo de uma pessoa. No início da manhã, o processo é inverso e voltamos a ganhar temperatura para despertar”.

Mas existem outros fatores que podem estar relacionados a essa falta de disposição que costumamos ter:

Consumo de alimentos mais calóricos

Neste período também estamos mais propensos a aumentar a nossa ingestão de calorias e optar por alimentos mais açucarados e ricos em carboidratos.

No caso do açúcar, ele atrapalha a transição da vigília para o sono, fazendo com que começar a dormir seja mais difícil e também atrapalha que a pessoa alcance as fases mais profundas do sono, responsáveis pelo descanso efetivo e restauração muscular e cerebral. Já as comidas ricas em gorduras são de digestão mais lenta. “Por isso, o consumo destes alimentos no período da noite, depois da energia inicial que eles dão, podem refletir em um cansaço posterior. Os alimentos gordurosos ainda atrapalham a qualidade do sono por serem mais pesados e demandarem uma energia maior para digestão”, complementa Alencar.

Falta de vitamina D

O sol também é responsável pela produção de vitamina D, por isso acabamos ainda mais prejudicados neste sentido durante o inverno, quando a incidência solar é muito menor. Ainda mais porque no resto do ano este continua sendo um problema de saúde bastante comum no Brasil. De acordo com o IBGE a maioria dos brasileiros não possuem em seus organismos uma quantidade suficiente de vitamina D, que tem papel essencial na saúde – desde a parte óssea, pressão arterial, sistema imunológico até o sono, em que deficiência da vitamina aumenta o risco de distúrbios como a insônia.

Gripes e Resfriados

No inverno, além de muita gente naturalmente passar mais tempo na cama, o sono acaba tendo outra função: recuperar o nosso corpo de gripes e resfriados, que aparecem mais intensamente nessa época do ano, já que passamos mais tempo em ambientes fechados e, por isso, ficamos mais propensos a germes e bactérias.

Esse cansaço no inverno, portanto, também pode ser sinal apenas de uma doença tipicamente invernal.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments