terça-feira, agosto 16, 2022
spot_img
InícioCartão de Visita NewsDr. Caio Bruzaca, médico geneticista, explica como a telemedicina amplia o acesso...

Dr. Caio Bruzaca, médico geneticista, explica como a telemedicina amplia o acesso à genética médica

Teleconsultas, aconselhamento genético à distância, saúde digital e uso de tecnologias fazem parte do cotidiano do médico geneticista Dr. Caio Bruzaca

É inegável o uso de tecnologias no cotidiano das pessoas. Hoje, no Brasil, temos mais smartphones que habitantes. A popularização da internet e dos meios de comunicação propiciou uma maior procura por informações sobre saúde. Com a medicina genômica não é diferente, ela é um dos pilares do aconselhamento genético do médico geneticista Dr. Caio Bruzaca.

Médico geneticista mais disputado da atualidade, Dr. Caio Bruzaca explica como a telemedicina amplia o acesso à genética médica | Foto: Divulgação

“Quando se fala sobre genética médica, as pessoas acreditam ser uma especialidade muito distante e inalcançável. Meu trabalho utiliza-se de ferramentas e novas tecnologias, e tem como finalidade diminuir não só distâncias, mas também fazer com que a genética médica pudesse estar presente na vida, na qualidade e na saúde das pessoas”.

A telemedicina é entendida como o exercício da medicina, ou o ato médico, mediado por Tecnologias Digitais, de Informação e de Comunicação (TDICs), para fins de assistência, educação, pesquisa, prevenção de doenças e lesões, gestão e promoção de saúde, conceito definido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

A atuação da telemedicina é mais antiga do que se imagina, bem como é mais ampla que a própria teleconsulta. A utilização de smartphones, computadores ou mesmo relógios e casas inteligentes para o cuidado em saúde já é realidade, fazendo ser fundamental esta modalidade do exercício da medicina para poder ampliar o acesso de uma saúde de qualidade para as pessoas”. Dr. Caio explica.

A atuação na telemedicina do Dr. Caio envolve mais de uma década. Inclusive, sempre foi um dos maiores defensores da inclusão de tecnologias na prática médica, em especial, na especialidade genética médica. Dr. Caio Bruzaca possui uma vasta experiência com telemedicina: artigos científicos publicados em revistas internacionais; apresentações orais em congressos médicos; e até mesmo recebeu o Prêmio de Inovação e Tecnologia pela Associação Brasileira de Telemedicina e Telessaúde (ABTms).

Minha experiência com a telemedicina remonta desde a época da minha faculdade. Muitas pessoas acreditam, mas a telemedicina não surgiu com a pandemia. Já fazia parte do meu dia a dia como acadêmico, como médico residente e, principalmente, como médico geneticista. A telemedicina tem eixos de educação em saúde e teleassistência, o que fortalece ainda mais durante o processo do aconselhamento genético; e garante um atendimento integral, não fragmentado, um cuidado especial ao paciente”, reforça Dr. Caio.

Falando em saúde digital, observa-se o cuidado na atuação de médicos em divulgação científica, inclusive relativo às condutas negativas. Hoje, a disseminação de Fake News e até mesmo a propagação de informação equivocada sobre saúde podem provocar danos irreversíveis à pessoa, por isso, é extremamente necessária uma filtragem adequada das informações obtidas na internet.

O meu dia a dia como médico geneticista vai além do consultório. Garantir que o meu paciente, após sua saída do consultório, esteja bem-informado, com informação de qualidade, com o maior grau de evidência científica, também faz parte da minha atuação com a telemedicina. Seja presencial ou à distância, o paciente precisa de um contato mais próximo”, afirma Dr. Caio.

Hoje, com a telemedicina presente na vida das pessoas, a segurança da informação do paciente é uma preocupação. Atualmente, com diversas legislações específicas, é cada vez mais difícil garantir o sigilo do paciente. O Dr. Caio atende pacientes de todos os níveis sociais, incluindo famosos e pessoas públicas. Manter a discrição é uma das virtudes que o Dr. Caio Bruzaca utiliza tanto no seu consultório particular quanto nas teleconsultas.

Acredito fortemente na manutenção do sigilo médico na relação médico-paciente. Obedecer a LGPD, o CFM e o HIPAA é o mínimo durante a execução do aconselhamento genético, seja presencial ou via telemedicina. O assédio para quebra do sigilo do paciente é muito grande, mas a ética prevalece sempre em primeiro lugar. Paralelo a isto, as receitas médicas com assinatura digital trouxeram facilidades para o paciente. Tenho anos de preparo com telemedicina para poder exercê-la de forma plena”, completa Dr. Caio Bruzaca.

Ainda assim, observa-se a presença do Dr. Caio Bruzaca em plataformas que oferecem telemedicina e teleconsultas. Nestas, o Dr. Caio Bruzaca coleciona centenas de depoimentos positivos de pacientes de todo o Brasil e do exterior; sendo o único médico geneticista premiado por quatro anos consecutivos com certificados de excelência por uma destas plataformas.

O aconselhamento genético tem como principal objetivo informar as pessoas sobre doenças genéticas. Com a minha atuação, consegui levar a genética médica a locais que não há especialistas, incluindo todas as Regiões do Brasil e do exterior. Com o auxílio da telemedicina, já atendi pacientes em todos os continentes. A maioria é brasileiro que mora no exterior e que acreditara no meu trabalho como médico geneticista”, explica Dr. Caio Bruzaca.

Por fim, ainda falando sobre propagação de informação médica de qualidade, com alto teor científico, utilizando-se de linguagem simples e clara e atuando no eixo educação em saúde, um dos canais mais utilizados pelo Dr. Caio Bruzaca é o seu site www.bruzaca.com. Nele, existem centenas de publicações sobre genética médica, incluindo perda gestacional de repetição e reprodução humana. Todos os artigos são de acesso livre, público e gratuito.

O site é mais um canal de comunicação com meus pacientes, em especial, para casais, visto que já escrevi sobre perda gestacional, reprodução humana e prevenção de doenças genéticas. Acredito que o aconselhamento genético não acaba quando encerra a consulta médica, e que, para a comunicação ser efetiva, é necessário ter um local para complementar as informações e garantir a qualidade do atendimento”, finaliza Dr. Caio Bruzaca.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Generated by Feedzy